fbpx
Secretaria de Turismo assume gestão das Feiras de Artesanato de Caraguatatuba

Secretaria de Turismo assume gestão das Feiras de Artesanato de Caraguatatuba

A Secretaria de Turismo de Caraguatatuba assumiu, nesta semana, a gestão das Feiras de Artesanatos no município. Entre elas estão a localizada na Praça Diógenes Ribeiro de Limar, e a na Praça Antonio Fachini, na Martim de Sá. Até então, esse papel cabia à Fundação de Arte e Cultura de Caraguatatuba (Fundacc). 

De acordo com a secretária de Turismo, Maria Fernanda Galter Reis, a diretoria da Feira Municipal de Artes e Artesanatos de Caraguatatuba (Femaac) permanece com a administração dos quiosques, mas precisam estar atentos à legislação vigente.

“Vamos fazer um novo regimento, definindo direitos e deveres dos artesãos contemplados com os quiosques construídos pela Prefeitura, ao qual tem direito de concessão, desde que todos os documentos estejam em ordem. Haverá exigência do cumprimento de horários para que atenda bem o munícipe e o turista”.

Testes

Na Praça Diógenes Ribeiro de Lima, são 90 quiosques construídos, dos quais cerca de 70 estão ocupados. Para o preenchimento da vagância nas categorias temáticas Costura e Crochê serão realizados no próximo dia 28 de setembro, das 8h às 12h, no Espaço Paulo Mott, localizado na mesma praça.

No dia 29 de setembro, mesmo horário, a avaliação será para as categorias Madeira, Joalheria e Modelagem, enquanto para expositores e parceiros na categoria de Técnicas Não Agrupadas a avaliação ficou definida para o dia 30 de setembro, das 8h às 12h.

A Comissão Avaliadora das habilidades manuais e dos trabalhos fará a análise das 12h às 14h. Os critérios avaliados serão em relação à coerência entre finalidade e qualidade estética do produto, originalidade, finalização, desenvoltura no manuseio das ferramentas de trabalho, conhecimento da natureza do material empregado e domínio técnico de todo o processo de confecção do produto.

Em relação à pontuação, conforme publicado no Diário Oficial do Município, nº 616, de 31 de agosto de 2021, as notas serão de zero a 10, sem do que o artesão deverá atingir, no mínimo, 70% da pontuação para obter a vaga.

Em caso de empate, os critérios de avaliação serão: qualidade de finalização, criatividade e diferenciação e originalidade.

Martim de Sá

A expectativa da Secretaria de Turismo é que os quiosques da Praça Antonio Fachini, na Martim de Sá, sejam entregues aos artesãos até meados de outubro. “São 12 quiosques, já prontos e só aguardamos a entrega da documentação por parte deles”, explica Maria Fernanda.