fbpx
Programa Prospera Família inicia primeiro ciclo de atividades

Programa Prospera Família inicia primeiro ciclo de atividades

Iniciativa oferecerá capacitações e incentivo financeiro a chefes de famílias monoparentais em 23 municípios paulistas

O Governo de São Paulo, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social, iniciou nesta quarta-feira (8/9) as atividades do Programa Prospera Família, que visa a inclusão produtiva de chefes de famílias monoparentais em situação de extrema pobreza, estimulando a geração de renda, empreendedorismo e oportunidades de ofício.

“É com grande entusiasmo que iniciaremos a edição de 2021 desse importante programa, que proporcionará autonomia a essas famílias, principalmente àquelas lideradas por mulheres e em situação de vulnerabilidade social”, destaca Célia Parnes, Secretária Estadual de Desenvolvimento Social.

Ao total, 23 municípios paulistas, com maior concentração de pessoas em vulnerabilidade social, integrarão a edição do Prospera Família 2021, que será dividida em três ciclos e está prevista para encerrar no primeiro semestre de 2022. Cerca de 12.500 famílias monoparentais devem ser beneficiadas.

Neste primeiro ciclo de atividades participam 11 municípios: Biritiba-Mirim, Capão Bonito, Carapicuíba, Iguape, Itanhaém, Itararé, Juquitiba, Mongaguá, Pirapora do Bom Jesus, Registro e São Lourenço da Serra.

O Prospera Família é composto por quatro principais eixos: tutoria, elaboração de um projeto de vida, capacitações (sobre geração de renda e empreendedorismo) e incentivo financeiro (transferência de renda), podendo ser de até R﹩ 2.000,00 para cada família, ao término do ciclo.

Demais municípios que integrarão a edição de 2021

Miracatu, Francisco Morato, Embu-Guaçu, Cajamar, Guararema, Bertioga, Teodoro Sampaio, Peruíbe, Embu das Artes, Poá, Arujá, Itaquaquecetuba.