fbpx
Lockdown em 2022?

Lockdown em 2022?

“Isso é tão 2020…” Se você achava que a quarentena tinha ficado para trás no mundo todo, a China surpreendeu e confinou mais de 40 milhões de pessoas nos últimos dias.

  • Essas milhões de pessoas estão impedidas de deixarem suas províncias e viajarem para qualquer outro lugar — tem que ficar onde estão.

Quais os motivos para isso? Na última semana, a China registrou o maior número diário de casos de COVID desde 2020 e o total de infectados deste ano já é maior do que o do ano passado.

Falando assim, parece o caos… Apesar das medidas, os números são (muito) baixos quando comparados aos do Brasil, por exemplo, que vem relaxando as medidas — assim como o resto do mundo — nessa nova fase pandêmica.

Para comparar, no domingo, foram 1.300 casos registrados na China. A média móvel no Brasil, com 7x menos habitantes, é de 44 mil casos por dia.

Os parâmetros chineses 

Na contramão do Ocidente, que já trata o coronavírus como algo que veio pra ficar, a China segue com sua política de tolerância zero contra a COVID-19. Por lá, qualquer rápido aumento de casos deve ser contido, usando o confinamento para isso.

Por que isso é relevante? Vamos lá… 1) A paralisação na China pode afetar a cadeia global de suprimentos2) É a segunda maior economia do mundo, 3) Operações de fornecedores da Apple, além da Toyota e da Volkswagen, já foram suspensas por lá.

Fonte: The News